Notícias / Mundo

ALERTA!

Homem quase morre após roer as unhas; entenda o perigo!

Segunda-Feira, 24/06/2019, 15:09:06 - Atualizado em 24/06/2019, 15:56:49 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Homem quase morre após roer as unhas; entenda o perigo! (Foto: Reprodução)
O simples habito de roer as unhas pode trazer um perigo fatal da saúde (Foto: Reprodução)

O simples fato de roer as unhas não é apenas um vício, o hábito pode causar graves problemas à saúde. De acordo com a "Revista da Mulher" algumas pessoas já precisaram amputar o dedo por conta de um câncer desenvolvido a partir do ato de roer as unhas. Mas, segundo outra recente publicação, um britânico identificado como, Luke Hanoman de 28 anos, que tinha o costume de roer as unhas , quase perdeu a vida por causa do mau hábito. 

Ao morder as unhas, ele acabou fazendo uma feridinha no canto de uma delas (muito comum entre quem rói unha) e sem os cuidados necessário quase morreu de infecção.

A sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção. A doença era conhecida antigamente como septicemia ou infecção no sangue. Hoje é mais conhecida como infecção generalizada.

Ao contrário do que se pensa, não se trata da infecção que está em todos os locais do corpo. Na maioria das vezes está localizada em apenas um órgão, ou tecido, como é o caso citado que inflamou e infeccionou a unha de tanto roer e machucar, mas a partir desse problema, acaba provocando em todo o organismo uma resposta com inflamação numa tentativa de combater o agente da infecção. Essa inflamação pode vir a comprometer o funcionamento de vários órgãos, que pode não suportar e vir a falecer. Esse quadro é conhecido como disfunção ou falência de múltiplos órgãos.

Ainda segundo a imprensa, Luke Hanoman, começou apresentando sintomas muito parecidos com o de uma gripe comum, com dores pelo corpo e febre. Sem saber que uma infecção estava se espalhando pelo seu sangue, tratou com analgésicos, antitérmicos e antigripais. E durante uma semana, Luke tentou trabalhar novamente, mas os sintomas se intensificaram. 

Preocupada, a mãe do rapaz acionou o hospital quando ouviu sobre os sintomas do paciente, disse que ele deveria chegar, no máximo em 24 horas ao local e lá foi tratado com vários antibióticos. Luke faz um alerta para quem tem o habito de roer as unhas e ressaltou em entrevista que sentiu como se tivesse lhe dado uma nova oportunidade de vida.

(Com informações Revista Mulher)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL