Notícias / Pará

REVOLTANTE

Internauta denuncia descaso em atendimento no PSM em Belém; Veja o vídeo

Terça-Feira, 16/04/2019, 12:33:24 - Atualizado em 16/04/2019, 22:01:04 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Internauta denuncia descaso em atendimento no PSM em Belém; Veja o vídeo (Foto: Reprodução)
A demora por atendimento na unidade está causando revolta nos pacientes. (Foto: Reprodução)

Quem precisa ou já precisou dos serviços do Pronto Socorro Municipal (PSM), em Belém, sabe o quanto receber um simples atendimento médico pode ser um grande transtorno. Uma internauta registrou na manhã desta terça-feira (16) o que considerou um descaso no atendimento da unidade de saúde localizada na Travessa 14 de Março, no bairro do Umarizal. 

De acordo com a jovem, que não quer ser identificada, dezenas de pessoas aguardam por assistência há horas e não recebem nenhum tipo de auxílio ou informação. Ela ainda relatou que a mãe chegou por volta das 10h no local e, até o momento, não foi atendida. Assim como o relato dela, outros pacientes aguardam pelo atendimento na unidade. 

No vídeo feito pela internauta, a acompanhante de uma outra paciente faz um desabafo sobre a situação grave de um paciente que chegou ao local com convulsão. Além disso, ela relata que uma atendente do hospital deu prioridade para pessoas que estavam aguardando por atendimento há pouco tempo.

Confira:

Um dos fatores que mais está causando revolta é o não cumprimento da faixa de classificação de atendimento. Segundo a internauta, sua mãe recebeu a pulseira verde, que indica que seu caso é considerado pouco urgente. Nessa faixa de classificação, a espera pelo atendimento deveria ocorrer em até 120 minutos (duas horas), porém, esse horário não está sendo obedecido. 

Veja a tabela de classificação:

 

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Belém informou que a classificação de risco funciona para que os pacientes mais urgentes, que requerem atendimento imediato, sejam atendidos primeiro e que na manhã desta terça-feira, 16, os pacientes foram atendidos de acordo com a gravidade em que se encontravam. "Todos os profissionais do Hospital Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti (HPSM) estavam em atendimento com pacientes mais urgentes, e os menos urgentes, tiveram que aguardar. Mesmo com a espera dos menos urgentes, todos foram atendidos e não houve dano à saúde dos pacientes aguardando atendimento", garantiu.



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL