Notícias / Pará

DISQUE 181

Denúncias anônimas contribuem para esclarecer crimes na RMB

Segunda-Feira, 27/05/2019, 20:13:27 - Atualizado em 27/05/2019, 20:13:27 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Denúncias anônimas contribuem para esclarecer crimes na RMB (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Criado há 12 anos no Pará, o Disque Denúncia é uma ferramenta que coloca à disposição da população um canal gratuito para denunciar irregularidades, situações ilegais ou repassar quaisquer informações que ajudem na elucidação de crimes, garantindo o anonimato do denunciante.

Nos últimos três anos, a contribuição da população tem crescido e gerado resultados positivos no trabalho das polícias no combate à criminalidade, principalmente, na Região Metropolitana de Belém. De 2017 a 2019, o Disque Denúncia computou um aumento de mais de 22% de denúncias válidas, ou seja, que contribuíram para investigações e até para a prisão de envolvidos em delitos.

Foi por meio do trabalho de parceria entre a população e a segurança pública que, no ano de 2017, na RMB, foram presas 107 pessoas em flagrante, 30 foragidos foram recapturados, 23 adolescentes em conflito com a lei foram detidos, cerca de 5kg de entorpecentes foram apreendidos, 30 animais em situação de risco ou maus tratos foram resgatados, 17 armas de fogo foram tiradas de circulação e 35 veículos foram recuperados.

No ano passado, também na RMB, as denúncias tiveram resultado ainda maiores com a prisão em flagrante de 119 pessoas, a recaptura de 43 foragidos da Justiça, a apreensão de 23 adolescentes em conflito com a lei, a apreensão de aproximadamente 8kg de entorpecentes, o regate de 37 animais em situação de risco ou maus tratos, a apreensão de 18 armas de fogo e a recuperação de 33 veículos.

Neste ano, somente no período de janeiro a maio, as denúncias feitas na Região Metropolitana de Belém já resultaram em 51 pessoas presas em flagrante, 14 foragidos recapturados, 5 adolescentes em conflito com a lei detidos, cerca de 25kg de entorpecente apreendidos, 13 armas de fogo tiradas de circulação e 6 veículos recuperados.

COMO FUNCIONA

A informação fornecida pelo denunciante passa por algumas etapas, para que sejam evitados os trotes e para que o aparato da segurança pública não seja empregado na apuração de ocorrências falsas.

Primeiro, as informações repassadas pelo denunciante são analisadas pelos atendentes do call Center e, a partir dessa avaliação, são geradas como denúncias, que na sequência passam por uma segunda análise, desta vez pelos coordenadores do Disque Denúncia. Só depois dessa análise que as informações tornam-se dossiês, sendo em seguida entregues para a autoridade policial, que vai averiguar no local.

Quanto mais informações são repassadas sobre o caso relatado, maiores as chances de êxito das operações de checagem pela polícia. Por isso, o canal também conta com um protocolo, no qual os atendentes buscam extrair o máximo de dados possíveis sobre a denúncia em questão, por meio de perguntas preestabelecidas, sem que precise ser passada qualquer informação pessoal do relatante. Ainda que o denunciante não tenha detalhes sobre a situação, toda informação passada é válida para as investigações. 

Para a titular do Disque Denúncia, delegada Márcia Contente, a participação da sociedade nesse serviço é fundamental para a segurança pública e deve ser feita de forma consciente. “O cidadão tem direitos, mas também obrigações e uma delas é para com a segurança. O 181 é um canal sigiloso, anônimo e gratuito, então, se uma pessoa possui uma informação que pode contribuir com a segurança de todos e até salvar vidas é um dever dela relatar”, diz.

Para Márcia, o cidadão é um braço do Estado. “Por isso, ressalto, também, que o sistema não seja usado para trotes, pois perdemos tempo com informações falsas em uma investigação que deveria ser feita paras salvar vidas, é necessário ter consciência. Passar trote é jogar contra si mesmo”, afirmou.

SERVIÇO

A Central de Atendimento do Disque Denúncia, 181, funciona 24h, todos os dias. Por meio dessa ferramenta, são coletadas todas as informações repassadas pelo denunciante, gerando ao término da ligação um número de protocolo, para que o relatante possa acompanhar as providências que estão sendo adotas ou, posteriormente, acrescentar novos relatos.

O serviço 181 desempenha um importante papel junto à sociedade e aos órgãos da segurança pública, reforçando a participação social no combate ao crime. As informações coletadas possibilitam a formação de um banco de dados utilizado na condução e estruturação de conhecimento, imprescindível para ações preventivas, de investigação e inteligência.

(Agência Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL