Notícias / Pará

TECNOLOGIA

Que tal um ar-condicionado que cuida da sua saúde e economiza energia?

Segunda-Feira, 24/06/2019, 11:44:59 - Atualizado em 24/06/2019, 12:13:34 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Que tal um ar-condicionado que cuida da sua saúde e economiza energia? (Foto: Maycon Nunes/Diário do Pará)
Leandro Pissolati garante que a tecnologia da Samsung assegura qualidade de vida ao consumidor (Foto: Maycon Nunes/Diário do Pará)

Ter um ambiente refrigerado sem receber o impacto direto do vento e economizar até 70% de energia. Essas são algumas das principais propostas que a última geração de aparelhos de ar-condicionado trouxe ao mercado brasileiro desde o início deste ano. O DIÁRIO foi convidado a conhecer uma dessas novidades: o Wind-Free, da Samsung.

O empresário Leandro Pissolati, sócio diretor do Grupo Imperador das Máquinas, que está há 50 anos no mercado, e é pioneiro com essa tecnologia em Belém, explica que essa proposta inovadora veio para acabar com antigo incômodo em relação ao fluxo de ar existente em todos os modelos do aparelho, principalmente em ambientes pequenos onde o ar geralmente é direcionado para a pessoa, gerando resfriado, sensação de frio e desconforto térmico.

“O ar-condicionado tem a mesma capacidade dos demais, é ‘split’ e funciona da seguinte maneira: tem uma paleta que se abre para atingir rapidamente a temperatura desejada. Em seguida, a pessoa liga a função ‘wind-free’, a paleta se fecha e o ar sai pelo painel com 21 mil microfuros. Ele continua mantendo a temperatura, mas sem o vento em cima de você, ou seja, sem o fluxo de ar”, detalha Leandro.

O aparelho possui micro furos, por onde saem as correntes de ar. (Foto: Maycon Nunes/Diário do Pará)

REDUÇÃO

Além disso, há outras vantagens agregadas à alta tecnologia, como eficiência de energia, pois o compressor de última geração traz uma redução de 70% na conta; e é equipado com o sistema vírus doctor - que é de filtragem antivírus. Ou seja, ele libera íons no ambiente transformando em água bactéria, fungos e vários tipos de vírus que são imperceptíveis no ar, chegando a purificar o ar do ambiente em até 99%.

O equipamento com tecnologia Wind-Free chega a ser de 10% a 15% mais caro que um ar condicionado tradicional, porém, o empresário garante que é um investimento que vale a pena. “Falamos de tecnologia sem vento, de baixo consumo, sistema purificador de ar. É um dos melhores custos-benefícios”, exemplifica.

O equipamento tem uma vida útil de cerca de 8 anos. Na linha de produtos da tecnologia é possível encontrar de 9 mil, 12 mil, 18 mil e 24 mil btus e também no modelo cassete – embutido no forro, necessitando apenas de 15 cm de espaço. “É um investimento que volta em torno de 12 meses, e a qualidade que terá, não se paga”, acrescenta Pissolati.

De acordo com o empresário, o objetivo da tecnologia desenvolvida pela Samsung é promover soluções nesse segmento, em especial para climas quentes e úmidos como o da região amazônica. Segundo ele, a tecnologia tem atraído muitos clientes. “Temos uma aceitação grande exatamente por trazer um custo-benefício dentro de uma expectativa pelo que está agregado. A tendência é que seja ainda maior”, aposta Leandro.

TECNOLOGIA WIND-FREE 

  •  Mantém o ambiente refrigerado sem fluxo de ar;
  • Tecnologia que permite menor consumo de energia (digital inverter);
  • Controle a temperatura pelo smartphone de onde estiver (controle wi-fi);
  • Sistema vírus doctor – até 99% do ar purificado.

(Michele Daniel/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL