Notícias / Pará

CAPACITAÇÃO EM FUZIL

430 PMs reforçarão segurança na RMB após saída da Força Nacional

Segunda-Feira, 24/06/2019, 15:58:04 - Atualizado em 24/06/2019, 16:11:26 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

430 PMs reforçarão segurança na RMB após saída da Força Nacional (Foto: Ascom PM)
(Foto: Ascom PM)

A segurança pública ganha mais um reforço no combate à violência e criminalidade. A partir da próxima quarta-feira (26), 430 novos policiais militares vão atuar, com ações ostensivas e preventivas, em sete bairros da Região Metropolitana de Belém. As áreas escolhidas fazem parte do projeto Territórios pela Paz (TerPaz), do governo do Estado do Pará. 

Com o final das atividades de 200 agentes da Força Nacional na RMB, que atuaram no período de 25 de março a 25 de junho, os novos soldados já estarão prontos para cobrir os bairros do Guamá, Terra-Firme, Jurunas, Benguí, na capital; Icuí, em Ananindeua; e Centro, em Marituba. Os militares contarão também com 64 viaturas quatro rodas e 155 motocicletas.

"A Força Nacional permaneceu aqui pelo período necessário, enquanto formávamos um novo efetivo, para que esses novos policiais pudessem dar continuidade às ações de intensificação de policiamento nos sete bairros que apresentavam alto índice de crimes. Saem esses 200, mas entram 430, não teremos perdas, mas sim aumento", explicou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

A nova turma teve um diferencial durante a formação, já que foi capacitada para utilização de armamento fuzil 7.62, necessário em casos de ações de maior complexidade; além do curso de agente de trânsito, realizado em parceria com o Detran; capacitação em motopatrulhamento e curso sobre territórios de pacificação.

Os novos policiais darão continuidade ao trabalho que já vem sendo realizado pela segurança pública, mantendo os resultados positivos na redução da violência, como foi constatado no período de 1 a 22 de junho, que apresentou queda de 49% nos casos de homicídios registrados na RMB, comparando os anos de 2018 e 2019.

(Agência Pará)

 





Comentários

Destaques no DOL