Notícias / Pará

CARREIRA

Profissão de cuidador de idosos cresce no Brasil

Quarta-Feira, 26/06/2019, 22:27:09 - Atualizado em 26/06/2019, 22:27:09 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Profissão de cuidador de idosos cresce no Brasil (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A procura por cursos profissionalizantes de cuidador de idosos está em alta no Brasil. E o motivo pode estar em dados divulgados recentemente pelo IBGE: já são mais de 30,2 milhões de idosos, 4,8 milhões a mais do que em 2012, representando um aumento de 18% na quantidade de pessoas acima dos 60 anos.

Com o PLC 11/2016, projeto de lei que regulamenta a profissão de cuidador de idosos, esse mercado irá aquecer e a procura por cursos profissionalizantes como este aumentará.

Entretanto, para que o profissional siga uma carreira de cuidador de idoso, precisa-se de alguns requisitos que são propostos pela lei, como ter no mínimo dezoito anos, haver concluído o ensino fundamental e o curso de qualificação profissional, além de não possuir antecedentes criminais. É proibido, também, a administração de medicamentos que não seja por via oral nem orientada por prescrição profissional de saúde. Todas essas orientações são passadas ao cuidador durante o curso profissionalizante que participará.

Pensando em oferecer oportunidades como essas para pessoas de baixa renda, o Hospital Público Galileu, gerenciado pela Pró Saúde Associação Beneficente, em Belém, promove um curso gratuito de cuidador de idosos e que, por conta do sucesso, já está em sua oitava edição.

A ação é voltada para pessoas que buscam especialização no cuidado de idosos que precisam de atenção redobrada em relação a sua alimentação, locomoção, atividades físicas, controle de medicamentos, entre outros fatores. 

O HPEG oferta a qualificação, por meio de psicólogos, enfermeiros, fonoaudiólogos e fisioterapeutas, que irão compartilhar conhecimentos em aulas teóricas e práticas.

Para Saulo Mengarda, diretor hospitalar, o curso propõe uma contribuição direta para a sociedade. "Cursos como este geram um grande impacto positivo, já que capacitamos pessoas de baixa renda e oferece uma oportunidade para seu próprio crescimento profissional ou, até mesmo, o cuidado com seus familiares", explica o diretor.

Entre os temas que serão abordados no oitavo curso de cuidador de idosos oferecido pelo HPEG estão os cuidados com medicamentos, alimentação, políticas públicas e direitos da pessoa idosa, além de orientações fonoaudiólogas, higiene oral na terceira idade entre outros assuntos complementares a metodologia do curso.

Joabe Sousa, supervisor do setor de sustentabilidade da unidade e responsável pelo curso, a dedicação dos especialistas envolvidos será a chave para o sucesso desse trabalho. "Os profissionais se empenharão em disseminar seus conhecimentos e, ao final, todos estarão aptos para o mercado de trabalho", ressalta o supervisor. Além disso, os alunos terão acesso gratuito à apostilas, camisas e certificados e todos irão passar por uma avaliação ao final do curso. 

As aulas serão realizadas até esta sexta-feira (28), onde acontecerá a palestra sobre a saúde mental do cuidador, além de uma avaliação dos conhecimentos adquiridos ao longo do curso.

(Com informações de divulgação)

 



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL